Veja como as práticas pedagógicas são aplicadas na Educação Infantil

práticas pedagógicas

O curso de Pedagogia prepara professores para atuar na Educação Infantil e nos primeiros anos do ensino fundamental. Com isso, a faculdade envolve conhecimentos bastante específicos, já que o desenvolvimento de crianças nessa faixa etária precisa de bastante atenção e de ações adaptadas para a idade.

Portanto, as práticas pedagógicas na Educação Infantil devem considerar as especificidades da criança pequena e das formas como ela aprende e se desenvolve. Os professores organizam suas metodologias de acordo com conhecimentos próprios sobre o processo de ensino e aprendizagem.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira este conteúdo para saber detalhes sobre as seguintes práticas da Educação Infantil:

  • aprendizado lúdico;
  • socialização;
  • interdisciplinaridade;
  • autonomia;
  • educação digitalizada;
  • conscientização.

Boa leitura!

Aprendizado lúdico

A ludicidade é a principal forma de comunicação das crianças de menor idade. Por isso, as metodologias da Educação Infantil precisam partir de ações lúdicas e brincadeiras. Além de facilitar o vínculo com os alunos, a brincadeira também é a forma que eles têm de se desenvolverem e aprenderem mais sobre o mundo.

Enquanto brinca, a criança desenvolve conhecimentos sobre ela mesma, seus colegas, os adultos, a escola e todos os contextos com os quais interage. Assim, o aprendizado lúdico é uma das principais formas de atuação de quem se forma na Licenciatura em Pedagogia. O professor de crianças precisa saber utilizar jogos e brincadeiras no dia a dia.

Na sala de aula da Educação Infantil, as brincadeiras podem ser variadas. Existem jogos estruturados que são ensinados e propostos pelo professor, e há também opções que estimulam a imaginação e a liberdade das crianças. O brincar livre, sem um planejamento pedagógico definido, é importante nessa fase.

Isso significa que os professores de crianças podem utilizar jogos e brincadeiras, por exemplo, para ensinar regras, para explorar alguns conceitos matemáticos para aprender inglês rápido etc. Mas eles também devem dedicar momentos à criatividade — como oferecer materiais e deixar as crianças brincarem livremente.

Socialização

Outra das práticas da Educação Infantil fundamentais é a socialização. As crianças pequenas estão no início de seus processos sociais mais amplos. Para a maioria delas, a escola é o primeiro espaço social onde ficam depois da própria família. Então, diversos conhecimentos serão desenvolvidos.

Os profissionais que concluem Pedagogia — sejam cursos presenciais, sejam EAD — aprendem sobre as características de cada fase do desenvolvimento infantil. Logo, eles entendem que esse período é marcado por alguns desafios em relação às aprendizagens sociais. Por exemplo, durante a fase egocêntrica, as crianças têm dificuldade para compartilhar itens.

Isso faz com que sejam comuns conflitos entre colegas na Educação Infantil. É papel do docente mediar as relações e promover formas de socialização cada vez mais respeitosas entre os pequenos, entendendo, contudo, que não é realista colocar muitas expectativas em quem ainda está aprendendo.

Não se pode esperar que crianças da Educação Infantil saibam lidar com relacionamentos sociais e conflitos de maneira madura. Afinal, elas ainda vivenciam suas primeiras experiências — além disso, estão crescendo e aprendendo como agir. Então, o professor precisa interagir de maneira respeitosa e acolhedora para ensinar bons valores de socialização.

Interdisciplinaridade

A formação pedagógica é, por si só, interdisciplinar. O pedagogo é responsável por acompanhar as crianças da Educação Infantil e do ensino fundamental nos conteúdos científicos variados. Ou seja, é diferente do ensino médio, em que se tem um professor para cada matéria (Português, Biologia, Educação Física etc.).

Na Educação Infantil, a interdisciplinaridade faz parte do dia a dia de maneira muito peculiar. As crianças aprendem diversos conteúdos de maneira integrada enquanto brincam e se relacionam com colegas e professores. Inclusive, o currículo dessa fase não é dividido em matérias.

Como preconiza a Base Nacional Comum Curricular brasileira, o ensino na Educação Infantil é organizado por meio de experiências. Os campos de experiências envolvem práticas pedagógicas interdisciplinares e lúdicas, que consideram efetivamente as particularidades das crianças pequenas.

Enquanto fazem uma brincadeira com cantigas de roda, por exemplo, as crianças estão vivendo várias experiências, como:

  • relacionamento com os colegas;
  • movimentação do corpo segundo um ritmo e um espaço;
  • aprendizagem da letra de uma música;
  • cumprimento de regras e expectativas sociais em relação à brincadeira.

Autonomia

A criança pequena depende bastante dos cuidados do adulto. Durante os primeiros anos da Educação Infantil, é um grande desafio para ela se ver sem sua família. Não é à toa que a adaptação escolar é um momento difícil para muitos pais, filhos e professores.

A pedagogia da Educação Infantil considera essa demanda e tem o intuito de fortalecer e estimular a criança em sua autonomia. As metodologias devem servir para oferecer segurança e empoderar o aluno a ser o protagonista na sala de aula.

Algumas práticas pedagógicas específicas, como as da pedagogia Montessori, dão ainda mais importância para a autonomia, defendendo que a criança precisa ser deixada livre para se movimentar e fazer escolhas. Quem pensa no seu futuro profissional como pedagogo deve conhecer as diferentes correntes.

Educação digitalizada

Você provavelmente já percebeu que a maioria das crianças tem contato com a tecnologia desde muito cedo, certo? Com isso, também se torna papel da escola e das práticas pedagógicas da Educação Infantil mediar a relação da criança com os recursos tecnológicos.

A ideia não é apenas explorar vídeos na televisão de maneira passiva, mas exercer, de fato, uma educação digitalizada. O pedagogo precisa conhecer os materiais que estão à sua disposição e entender como deixá-los interessantes para o trabalho com os alunos pequenos.

Conscientização

Por fim, um aspecto evidenciado pela BNCC é a importância das competências socioemocionais. A escola não tem apenas a função de desenvolvimento cognitivo, mas integral. Isto é, os professores também devem ser capacitados para mediar processos de aprendizagem social e emocional.

Entre os principais valores para a Educação Infantil está o da conscientização. É uma busca por criar uma geração de crianças que se relacionem bem entre si, respeitem as diferenças, cuidem do meio ambiente e desenvolvam consciência crítica sobre o mundo.

Agora você sabe como se organizam as principais práticas pedagógicas na Educação Infantil. Percebe como elas são fundamentais no desenvolvimento da primeira infância? Como falamos, seguir as normas trazidas pela BNCC é fundamental para pedagogos. Por isso, a Faculdade de Macapá oferece um currículo atualizado e uma formação de qualidade para lançar profissionais de Pedagogia qualificados no mercado de trabalho.

E então, gostou do post? Quer seguir a carreira docente, mas tem dúvidas sobre qual curso escolher? Veja como decidir entre Letras ou Pedagogia!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos fama

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.