FIES no Macapá: saiba mais sobre o programa e como conseguir

fiesnomacapasaibamaissobreoprogramaecomoconseguir

Fazer uma faculdade é o desejo de muitas pessoas. Contudo, a realidade é que nem sempre todos têm a possibilidade de arcar com os custos mensais. Por sorte, existem financiamentos nos quais o estudante pode se inscrever, de modo a facilitar o pagamento de um curso. Um deles é o FIES.

Ele é uma iniciativa do governo e tem regras próprias a serem seguidas, antes de conseguir sua solicitação aprovada. Para ajudar você, elaboramos algumas dicas de como entrar no FIES em Macapá:

  • veja se a instituição participa do programa;
  • faça o Enem;
  • estude para conseguir boa nota;
  • saiba as datas para pedir o financiamento;
  • tenha os documentos corretos em mãos;
  • tenha em mente qual curso pretendido.

Continue a leitura e entenda cada passo com mais detalhes!

O que é o FIES e como ele funciona?

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa do governo, oferecido pelo MEC (Ministério da Educação) e tem como objetivo facilitar aos jovens de baixa renda o acesso à educação superior. Foi criado em 1999, inspirado no antigo CREDUC (Crédito Educativo), tendo sofrido algumas alterações nas regras desde então.

Pode ser solicitado duas vezes ao ano, ao início de cada semestre. Quem for selecionado contará com ajuda do governo federal para custear as mensalidades do curso até a conclusão.

Após o término da graduação, o estudante paga de volta esse valor, em parcelas baixas (que pode ter, ou não, juros, dependendo da modalidade). Essa quitação deverá ser finalizada em até 14 anos. Tudo isso é bem controlado pelo governo, que conta com os dados do FIES guardados em documento próprio.

Há, ainda, três modalidades do financiamento:

  • FIES 1: para aqueles com renda per capita familiar de até 3 salários mínimos. Não há taxa de juros. O aluno começa a pagar o curso com parcelas de, no máximo, 10% da sua renda mensal;
  • FIES 2: para aqueles com renda familiar per capita de até 5 salários mínimos e que moram nas regiões Norte (incluindo Macapá, AP), Nordeste e Centro-Oeste. A taxa de juros é de 3%, mais correção monetária. O aluno paga suas prestações em parcelas de até 10% da renda mensal;
  • FIES 3: para estudantes de qualquer região, que tenham renda familiar per capita de até 5 salários mínimos. A taxa de juros e as regras de pagamento variam de acordo com cada banco.

Uma regra do novo FIES é que, agora, o estudante não tem mais o período de carência para começar os pagamentos após a conclusão do curso. Ao entrar em um emprego ou abrir uma empresa, as parcelas serão descontadas automaticamente. Caso ele não consiga trabalho, ou caso seja despedido, haverá apenas um valor mínimo a ser pago.

O percentual máximo do valor financiado é definido por um cálculo que envolve a renda familiar e os encargos educacionais. É uma fórmula complexa, mas os sistemas do governo fazem isso de forma automática.

Outra novidade é que o bolsista parcial do Prouni, em Macapá, também poderá aderir ao financiamento, de modo a tentar parcelar o restante da mensalidade não coberta pela bolsa.

Como conseguir uma vaga do FIES em Macapá?

Agora, que tal ver algumas dicas para você garantir sua vaga com o FIES em Amapá?

Veja se a instituição participa do programa

Nem todas as faculdades aderem ao financiamento, apenas aquelas credenciadas ao MEC e que conseguiram nota positiva no Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior). A Faculdade Macapá — FAMA tem um bom desempenho e, assim, está autorizada a participar do programa.

Faça o Enem

Um dos requisitos é ter participado do Enem, ter conseguido pontuação acima de 450 na média das provas e nota maior de 0 (zero) na redação. Mas fique atento, pois esse é o resultado mínimo para participar. Dependendo da concorrência do curso, é possível que ele tenha uma nota de corte maior. Tal nota é definida pela pontuação mais baixa do último classificado dentro das vagas.

Estude para conseguir boa nota

Sendo assim, ao fazer o Exame Nacional do Ensino Médio, estude bastante, de modo a conseguir boa pontuação. Com relação à nota de corte, ela não é estimada com exatidão, já que depende da quantidade de vagas disponíveis para cada curso e da performance dos outros candidatos na prova. No entanto, você pode se basear nas notas dos anos anteriores.

Saiba as datas para pedir o financiamento

As solicitações acontecem duas vezes ao ano, no início de cada semestre. É importante ficar de olho, já que ocorrem variações. Tudo é feito pelo site FIES Seleção. Nele, você informará alguns dados pessoais e responderá a questionários. Não se esqueça de sempre clicar em “gravar e avançar”.

Tenha os documentos corretos em mãos

No momento da seleção, você informará a renda familiar. Assim, precisa ter esses comprovantes para poder calcular qual o total ganho pela sua família.

Se você for selecionado, precisa informar seus dados no SisFIES. Depois, validar alguns documentos na faculdade e pegar uma declaração. O próximo passo é assinar o contrato de financiamento com o banco. Ele é definido de acordo com o seu tipo de FIES e a cidade na qual você mora.

Nessa etapa, você precisará de:

  • documento de identificação;
  • comprovante de residência;
  • comprovantes de rendimentos da família.

Para cada um desses três grupos, cada faculdade pode ter diferentes exigências. Assim, consulte, antes, o que você precisará levar. Na hipótese de ser necessário um fiador, você também deverá levar seus documentos de identificação e de rendimentos.

Tenha em mente qual o curso pretendido

Na hora da inscrição, você poderá selecionar duas opções de curso. Assim, reflita antes sobre isso, para não precisar tomar decisões por impulso, que venham a te prejudicar depois. Quer uma dica? Dê uma olhada na lista de cursos da FAMA e leia as descrições das graduações, de modo a descobrir com a qual você mais se identifica.

Por que optar por esse programa?

O financiamento estudantil em Macapá é bastante vantajoso para quem deseja entrar em uma faculdade de qualidade, mas não conta com renda suficiente para arcar com os custos. O programa é seguro e, quando houver juros, eles são bem abaixo de qualquer outro tipo de empréstimo oferecido em bancos.

Além do mais, o fato de o estudante começar a pagar só depois da conclusão do curso dá a ele um grande prazo para se preparar, durante a graduação, com estágios e muita dedicação. Assim, é possível ter um currículo diferenciado e conseguir entrar logo no mercado de trabalho.

Importante lembrar, também, que, segundo dados recentes do PNAD, o Amapá teve uma das maiores taxas de pessoas sem emprego (16,7%). Assim, procurar uma diferenciação na escolaridade é importante para combater dificuldades relacionadas ao trabalho futuramente.

Por isso, siga todas nossas dicas e dedique-se aos estudos quanto antes. Durante a graduação, tenha um planejamento financeiro para não ter problemas com o pagamento do seu FIES em Macapá, combinado?

Gostou do conteúdo? Continue aqui no blog e confira outras dicas exclusivas sobre graduação e mercado de trabalho em Macapá e região!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos fama

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.