O que é um estágio supervisionado e qual a sua importância?

estágio supervisionado

O estágio supervisionado é um momento do curso de graduação que possibilita o aluno colocar em prática a teoria aprendida em sala de aula. Ele é importante para que haja uma vivência da profissão, aquisição de experiência e desenvolvimento de habilidades.

Em muitos cursos, esse tipo de estágio faz parte da grade curricular, como outras disciplinas. Sendo assim, o estudante precisa cumprir a carga horária estabelecida para que possa receber o seu diploma e, de fato, estar formado.

Mas mesmo com toda essa relevância, ainda há alguns alunos que consideram essa atividade desnecessária — pensamento bastante equivocado. Continue lendo para entender por que você deve fazer um estágio e confira os diferenciais que ele pode trazer para seu currículo!

O que é o estágio supervisionado?

Durante o curso de graduação são apresentadas muitas teorias e conceitos para os alunos. Eles também participam de laboratórios ou projetos que ajudam a colocar em prática esses conhecimentos. Mas existe um momento ainda mais importante para isso, que é o estágio supervisionado.

Ele é a oportunidade de o estudante vivenciar a profissão que pretende seguir. Se deseja ser professor, por exemplo, você provavelmente fará o estágio em uma instituição de ensino, estará em sala de aula, poderá auxiliar o professor e acompanhar as rotinas da escola.

Sendo assim, o aluno consegue conhecer seu futuro ambiente de trabalho antes de se formar. Dessa forma, ele adquire experiência por estar em contato com profissionais já atuantes, e também porque durante o estágio ele realiza diversos tipos de atividades.

Um estagiário fica encarregado de muitas funções no local onde está estagiando. Além disso, a grande vantagem de ele ser supervisionado é o fato de poder contar com o apoio de toda uma equipe da instituição e de um professor, que o auxiliará durante essa jornada.

O estágio supervisionado é regulamentado pela Lei do Estágio e, em muitos cursos, ele é obrigatório. Sendo assim, o aluno que não cumprir esse momento não pode receber o seu diploma, uma vez que estagiar é uma das exigências e conta como disciplina da graduação.

Existem dois tipos de estágio, sendo o remunerado e o não remunerado. Geralmente o estágio supervisionado não é remunerado, assim, o estudante não recebe um salário do empreendimento ou da instituição onde está estagiando, mas tem um seguro para garantir sua proteção.

Quando o estágio é obrigatório?

O principal foco do estágio supervisionado é preparar o estudante para o mercado de trabalho, possibilitando que ele tenha uma vivência prática da profissão que pretende seguir. Esse ato educativo faz parte do projeto pedagógico dos cursos, mas nem sempre ele é obrigatório.

Apesar de existir uma lei que regulamenta as atividades de estágio, ela não determina em quais momentos ele precisa ser cumprido obrigatoriamente. Por isso, essa vivência depende muito da linha pedagógica adotada pelo curso e também da sua carga horária.

Entretanto, em muitos casos, há um consenso sobre a necessidade da aplicação do estágio obrigatório. É o que acontece com quem deseja seguir na área da Saúde, porque o estágio em Medicina, por exemplo, faz parte da formação curricular do futuro médico e é indissociável do curso, conforme determinado pelo Conselho Federal de Medicina.

Nos cursos de Licenciatura, o estágio supervisionado também está presente, uma vez que a vivência em sala de aula é fundamental. Afinal, estamos falando de graduações que preparam e formam profissionais de peso para a sociedade, que contribuirão com a formação de cidadãos. Por isso, precisam ser muito competentes.

Esse momento também costuma fazer parte da grade curricular dos cursos de Odontologia, Enfermagem e Psicologia. Pode estar em outras áreas, como Engenharia e Administração — o que é uma grande vantagem para o jovem empreendedor que deseja montar o seu próprio negócio, pois pode conhecer as rotinas do empresário.

De toda forma, para que você saiba se o estágio supervisionado é obrigatório, o ideal é consultar a coordenação do curso que você pretende fazer. Aliás, isso é fundamental para se preparar para esse momento, uma vez que ele deve ser cumprido em uma determinada etapa da graduação e precisa respeitar as determinações da Lei do Estágio.

Qual a importância do estágio?

O aluno que faz um estágio supervisionado precisa realizar algumas tarefas ou exigências da instituição de ensino. Esse é o caso de entregar documentos e relatórios que atestam que ele realmente está estagiando.

Esse material também possibilita ao supervisor do estágio fazer a avaliação do aluno enquanto estagiário. Afinal, ele precisa cumprir corretamente esse momento para que seja aprovado e tenha a carga horária computada no curso.

Essa vivência é levada muito a sério pelas instituições de ensino, uma vez que ela é fundamental para que o aluno tenha prática na profissão. Isso porque nem sempre a teoria é suficiente para esclarecer todos os detalhes da atuação em uma determinada área, sendo que, somente acompanhando as rotinas, isso fica claro.

O estágio é uma preparação do estudante. Complementa de forma grandiosa a sua formação e possibilita adquirir experiência, colocar a mão na massa, digamos assim, para estar realmente apto a exercer sua função no mercado de trabalho.

Além disso, é nesse momento que o graduando tem a oportunidade de conhecer diferentes ramos ou campos de atuação dentro da área em que pretende seguir. Assim, pode fazer uma posterior especialização e aprimorar ainda mais os seus conhecimentos para trilhar uma carreira de sucesso.

Já trabalho na área, preciso cumprir o estágio?

Uma dúvida muito recorrente é sobre os profissionais que já atuam em determinada área e que, agora, estão fazendo curso de graduação para se profissionalizarem. Mas como uma das suas exigências para se formar é o estágio supervisionado, será preciso estagiar mesmo trabalhando em horário integral?

De certa forma, sim! Existe a necessidade de comprovar a vivência na área de formação, mas isso pode ser feito de um modo diferente. Não há necessidade de o aluno fazer um contrato de estágio, uma vez que suas horas trabalhadas podem ser apresentadas como comprovante para a instituição.

Sendo assim, não é preciso deixar o emprego para fazer um estágio em outro lugar. Porém é importante ter atenção às regras da instituição de ensino, cumprir os prazos preestabelecidos e apresentar os documentos exigidos para casos como esse.

Afinal, considere que o estágio supervisionado é uma das disciplinas do curso e, como qualquer outra, mesmo que você já tenha um conhecimento, precisa cumprir as suas etapas formais, a fim de ser avaliado e aprovado nessa matéria. Ah, mas caso você trabalhe em uma das áreas do curso em que está matriculado, também pode usar as horas do seu serviço, sem precisar fazer um estágio.

E se o estágio supervisionado seja obrigatório em seu curso, você pode consultar o setor de estágio da instituição e verificar empresas parceiras que aceitam estagiários. No caso dos alunos da FAMA, eles podem ter acesso a várias vagas por meio do Canal Conecta!

Assim, você estará em contato com as melhores vagas de grandes empresas para o seu perfil — afinal, nós levamos muito a sério a união eficaz da parte teórica e prática de todos os cursos, por isso, estamos sempre disponíveis para ajudar os alunos a crescerem profissionalmente!

Agora que você já sabe o que é o estágio supervisionado, veja como conseguir as melhores oportunidades para estagiar em Macapá!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos fama

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.