Engenharia Elétrica ou Eletrônica? Qual é a melhor opção?

profissional de engenharia elétrica

As opções de Engenharias são muitas, e isso pode causar dúvidas em quem está decidindo qual carreira seguir. Mas não se preocupe! Este post vai ajudar você que está querendo fazer Engenharia Elétrica ou Eletrônica.

Embora tenham nomes parecidos, o curso de Engenharia Elétrica é bem distinto do de Eletrônica, e os formados em cada um atuam em áreas diferentes. O que os eles têm em comum é o amplo mercado de trabalho e a valorização dos profissionais, que ganham salários atrativos.

No momento de optar por Engenharia Elétrica ou Eletrônica no vestibular, nossa recomendação é que você se concentre nas particularidades de cada curso. Para ajudar na decisão, vamos esclarecer as principais perguntas que cercam o tema. Confira o artigo e tire suas dúvidas!

Como é o curso de Engenharia Elétrica?

Na Engenharia Elétrica, o foco de estudo é a eletricidade em grande amplitude. Por essa razão, o aluno entende os processos abrangentes de como a energia é gerada até a sua distribuição e transmissão. Sendo assim, o profissional formado no curso está tecnicamente capaz de planejar e executar projetos com energia elétrica de alta-tensão.

Os primeiros semestres das faculdades particulares são destinados para o entendimento das disciplinas básicas de Engenharia. A partir do terceiro ano, são oferecidas aulas de sistemas elétricos, materiais elétricos, sistemas digitais, eletromagnetismo e outras disciplinas específicas da Engenharia Elétrica.

Os estágios em Engenharia Elétrica introduzem os alunos à parte prática daquilo que eles viram na sala até então. As opções de carreira do engenheiro eletricista são diversificadas. Afinal, o profissional da área pode desempenhar funções técnicas e de gestão. Alguns exemplos de atuação de um engenheiro eletricista são:

  • telecomunicações;
  • projetos de eficiência energética;
  • atuação em diversos segmentos da indústria (alimentícia, siderúrgica, automotiva, entre outras);
  • desenvolvimento e fabricação de equipamentos eletrônicos;
  • pesquisa e desenvolvimento de fontes de energia renováveis.

O engenheiro eletricista garante que a energia elétrica facilite processos de produção, sem qualquer perigo para funcionários ou desperdícios para os donos das fábricas. Então, fica claro que o curso de Engenharia Elétrica é uma área com diversas possibilidades de atuação no mercado de trabalho da região Norte do Brasil.

E o curso de Engenharia Eletrônica?

O curso de Engenharia Eletrônica, por sua vez, estuda a eletricidade em pequena amplitude. Isso significa que é uma área voltada para o desenvolvimento de sistemas e dispositivos eletrônicos.

Os engenheiros eletrônicos atuam principalmente em empresas que usam tecnologia e trabalham com produtos em linhas de montagem. São empresas que exigem rapidez e precisão nos seus processos internos.

Assim como no curso de Engenharia Elétrica, os primeiros anos da faculdade de um engenheiro eletrônico são focados nas disciplinas básicas da Engenharia. Já os últimos anos tratam de disciplinas específicas, como estrutura de dados e organização de computadores.

As áreas de atuação do engenheiro eletricista e do engenheiro eletrônico são parecidas, ainda que os dois profissionais tenham funções e responsabilidades diferentes. A seguir, vamos falar mais sobre as diferenças desses cursos para que você possa escolher entre fazer Engenharia Elétrica ou Eletrônica.

Quais são as diferenças entre os cursos de Engenharia Elétrica e Eletrônica?

Ambos os cursos contam com a duração mínima de 5 anos, e os alunos passam por disciplinas que exigem conhecimentos semelhantes. Os alunos de Elétrica e Eletrônica precisam gostar de estudar Matemática, Física e cálculos.

Por outro lado, uma vez que os cursos têm áreas de atuação diferentes, algumas diferenças acabam aparecendo. Em Engenharia Elétrica, o aluno aprende como a energia elétrica é gerada, transmitida e distribuída. Em Eletrônica, o aluno aprende como funcionam as etapas relacionadas aos sistemas eletroeletrônicos.

Quais são as diferenças entre as responsabilidades profissionais das duas áreas?

O engenheiro elétrico é responsável pelas etapas de planejamento e execução de projetos de infraestrutura elétrica. É o profissional indispensável a segurança de escolas, hospitais e outras empresas, além de várias atividades domésticas. Afinal, é por conta dos engenheiros eletricistas que tomar banho quente no chuveiro e assistir aos programas na televisão podem acontecer sem o risco de curto-circuito.

Já o engenheiro eletrônico fica responsável por desenvolver programas de automação que funcionam sem intervenção humana, o que torna os processos internos das fábricas mais ágeis e cada vez menos sujeitos a erros. Além disso, é o profissional que garante a padronização, a eficiência e a economia de recursos na indústria.

Engenharia Elétrica ou Eletrônica: como escolher entre ambos?

Como mencionamos, a Engenharia Elétrica estuda a eletricidade em grande amplitude, enquanto a Engenharia Eletrônica estuda essa energia em pequena amplitude. Ou seja, a Engenharia Elétrica trabalha com alta-tensão e a Engenharia Eletrônica com baixa tensão. Agora, veja quais critérios seguir para tomar uma decisão.

Veja com qual área mais se identifica

Em resumo, o engenheiro eletricista trabalha com redes elétricas e circuitos, projeção de usinas de produção de energia e hidrelétricas, enquanto o engenheiro eletrônico trabalha com equipamentos mais delicados e tem uma carreira voltada para aparelhos eletrônicos. Então, a escolha do curso depende da área com a qual você mais se identifica.

Considere a média salarial de cada profissão

Se você quiser escolher um dos cursos de acordo com a remuneração dos profissionais, saiba que a média salarial de ambos é parecida. Para você ter uma ideia, R$ 7.972,10* é a média do salário de Engenharia Elétrica, enquanto R$ 8.469,66* é a média salarial do engenheiro eletrônico. Aproveite que o mercado de trabalho para Engenharia em Macapá está aquecido!

Escolha uma instituição de ensino de qualidade

Mesmo que você ainda não tenha se decidido entre Engenharia Elétrica ou Eletrônica, saiba que a qualidade da instituição de ensino terá um impacto significativo na sua formação acadêmica. Então, escolha uma faculdade que acompanha o estudante em toda a sua trajetória acadêmica e prepara para o mercado de trabalho.

Na FAMA, nosso objetivo é preparar os graduandos da melhor forma possível, tendo em vista os desafios atuais do mercado de trabalho. Nossos alunos contam com acesso exclusivo ao Canal Conecta, um portal de emprego com vagas de emprego para quem está ingressando no mercado de trabalho.

Além disso, temos formas de ingresso facilitadas e modalidades de ensino presencial e EAD.

Agora dê o próximo passo!

Você já decidiu entre Engenharia Elétrica ou Eletrônica? Aqui na FAMA, oferecemos o curso de graduação em Engenharia Elétrica na modalidade de ensino semipresencial. Nossa formação científica e profissional é construída para quem se interessa em trabalhar com eletricidade de alta-tensão.

Gostou das nossas dicas? Dê o primeiro passo para a sua formação profissional: inscreva-se agora no vestibular da FAMA!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos fama

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content