5 alternativas de carreiras da Administração Pública

5alternativasdecarreirasdaadministracaopublica

O curso de Gestão Pública é focado na administração de órgãos como ministérios e secretarias das esferas municipal, estadual e federal. Em seu cotidiano, o gestor público tem funções administrativas muito semelhantes às de empresas do setor privado, mas com uma base forte de conhecimentos econômicos, sociais e políticos.

A versatilidade da área de gestão, somada à grande demanda em organizações públicas, dá espaço para uma boa colocação no mercado em várias atuações. Quer conhecer algumas delas? Então, acompanhe e fique por dentro de 5 carreiras da Administração Pública!

Afinal, o que é a Administração Pública?

Como o próprio nome indica, a Administração Pública consiste na gestão de instituições do poder público. Isto é, empresas que não funcionam a partir da iniciativa privada, mas sim que estão ligadas ao Governo, seja na esfera federal, estadual ou municipal, como algumas rodovias, aeroportos e agências.

Por exemplo, a secretaria de educação do seu município, por mais que não tenha por objetivo o lucro, como empresas privadas, também tem demandas gerenciais como qualquer negócio, concorda? Colaboradores, contratos, orçamentos, metas e muito mais.

Desse modo, a figura de um administrador é necessária. Mas, diferentemente de um profissional formado em Administração ou Ciências Contábeis, o gestor público também precisa de conhecimentos específicos para guiar projetos e tomar decisões com base no cenário sociopolítico.

Essa é a grande diferença da gestão privada para a pública: em vez de visar o aumento de um faturamento, por exemplo, na Administração Pública, o foco é gerenciar os órgãos de modo que eles atendam bem à sociedade e estejam alinhados ao cenário político e econômico do país.

Atividades do gestor público

Entre as principais atividades de um gestor público em seu dia a dia de trabalho estão:

  • participar do gerenciamento dos recursos humanos;
  • cuidar da conservação de patrimônio e recursos públicos;
  • elaborar, redigir e implementar políticas públicas;
  • analisar contratos e documentações;
  • fazer a gestão orçamentária de projetos;
  • assessorar cargos políticos;
  • controlar e analisar o desempenho de instituições públicas;
  • prestar consultoria para decisões estratégicas etc.

Perfil do profissional na Administração Pública

Se você se interessa pela carreira pública, provavelmente se preocupa com o bem-estar da sociedade e gosta de ambientes administrativos, não é? Outras características que podem ser comuns em profissionais dessa área são:

  • trabalhar bem em equipe;
  • ter visão estratégica;
  • ser comunicativo;
  • conhecer ferramentas de gestão;
  • ser orientado para resultados;
  • conhecer bem sobre Economia, Contabilidade, Direito e Políticas Públicas;
  • saber implementar e acompanhar projetos.

Estrutura do curso de Gestão Pública

É claro que, para alcançar esse perfil e ter uma boa colocação no mercado de trabalho, o profissional passa por uma formação sólida e que dê conta de cenários sociopolíticos complexos.

Por isso, aqui na FAMA, o estudante faz um tecnólogo com disciplinas que trazem conhecimentos em Ciências Sociais além de técnicas de gestão, como:

  • gestão de projetos;
  • empreendedorismo;
  • legislação social e trabalhista;
  • gestão de pessoas;
  • responsabilidade socioambiental;
  • finanças públicas;
  • licitação, contratos e terceirização etc.

Tudo isso com um sistema de ensino dinâmico e voltado para a prática, além de apoio personalizado ao aluno em toda a sua trajetória acadêmica.

Quais são as carreiras da Administração Pública?

Agora sim, vamos conhecer as principais carreiras da Administração Pública? Veja 5 delas:

  1. gestão de Políticas Públicas;
  2. atividades do terceiro setor;
  3. gestão de responsabilidade social;
  4. assessoria de cargos políticos;
  5. consultoria de gestão pública.

Abaixo, explicamos um pouco sobre a atuação de cada uma. Confira!

1. Gestão de Políticas Públicas

Para os que pretendem trabalham em órgãos públicos, uma das principais colocações profissionais é a gestão de Políticas Públicas. O gestor analisa os setores de vulnerabilidade social ou econômica e pensa em políticas que poderiam ser úteis para melhorar esses aspectos, além de revisar programas que não têm surtido o efeito esperado para a sociedade.

2. Atividades do terceiro setor

Após as instituições públicas, o terceiro setor é o que mais emprega os gestores públicos. Seja em ONGS voltadas para o Serviço Social, a preservação do meio ambiente ou a apropriação cultural, esse profissional será responsável por cuidar das tarefas administrativas e planejar licitações públicas que ajudem a intermediar o contato da ONG com o Estado.

3. Gestão de responsabilidade social

O gestor público pode ser contratado por empresas privadas para a gestão de responsabilidade social. Hoje em dia, muitas corporações têm noção de como o engajamento com causas relevantes para a sociedade traz impactos para a imagem empresarial e, por isso, recorrem a um especialista para administrar iniciativas nesse sentido.

4. Assessoria de cargos políticos

Muitas vezes, a carreira política é visada por pessoas que não têm um preparo técnico para isso, incluindo o conhecimento de legislações, a dinâmica das esferas públicas e o papel das Políticas Públicas. Por isso, o gestor pode ser contratado como assessor para cargos políticos, auxiliando com todo o conhecimento amplo e sistêmico de sua formação.

5. Consultoria de gestão pública

Ainda, se o profissional é mais voltado para o Empreendedorismo, uma carreira pública possível é a consultoria. Então, o gestor público pode abrir um escritório próprio e auxiliar empresas de todos os setores e portes em seus assuntos relacionados a projetos e políticas públicas.

Quais são as maiores oportunidades no Amapá?

No Amapá, o estudante de Gestão Pública encontra ótimas oportunidades de trabalho no setor público, em órgãos como:

  • a Amapá Previdência (Amprev);
  • a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero);
  • o Juizado da Infância e da Juventude;
  • o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA);
  • o Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (IMAP);
  • a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA);
  • a Agência de Pesca do Estado do Amapá (PESCAP) e muito mais!

A lista de órgãos públicos no estado é imensa e, para conseguir um emprego interessante nessas empresas, é interessante ficar de olho na imprensa oficial e acompanhar a abertura de editais para fazer concurso público.

No terceiro setor, o Amapá também conta com dezenas de Organizações Não-Governamentais, como associações indígenas e educacionais, institutos de pesquisa, centros de preservação ambiental etc. Para essa colocação profissional, os processos seletivos são diretos com as ONGs.

Além disso, você viu que uma das várias carreiras da Administração Pública é a consultoria. Portanto, o estudante também pode se colocar no mercado a partir da abertura de uma empresa própria de assessoria e consultoria.

Agora nos conte: qual dessas atuações mais combina com você? Já iniciou seu curso de Gestão Pública ou ainda está decidindo? Deixe um comentário!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

cursos fama

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.