Acessibilidade e Inclusão Educacional – Faculdade de Macapá

Conheça o Núcleo de Acessibilidade, Inclusão e Direitos Humanos na FAMA e saiba mais!

Você conhece o Núcleo de Acessibilidade, Inclusão e Direitos Humanos – NAID da sua unidade/Polo?

O NAID é o setor responsável por promover ações inclusivas por meio da oferta de recursos e serviços pedagógicos de acessibilidade às/aos estudantes caracterizadas/os como público da educação especial, bem como, aquelas/es com transtornos funcionais específicos. 

Qual é o público a ser atendido pelo NAID? 👫

O atendimento do NAID é voltado às/aos estudantes com deficiência (visual, auditiva, física, intelectual, múltipla e surdocegueira), transtorno do espectro autista, altas habilidades/superdotação, além daquelas/es com transtornos funcionais específicos.

Afinal, quem eu devo procurar na unidade /Polo?

Você pode procurar o próprio NAID ou solicitar informações ao corpo docente ou à coordenação do seu curso (no caso da modalidade presencial) e tutores ou coordenação do Polo (para cursos modalidade EaD). 

Quando eu devo procurar o NAID? 🤔

Se você se enquadra no público citado acima, é imprescindivelmente que procure o NAID logo depois de efetivada a matrícula. Assim, além do cadastro online, o núcleo providenciará a oferta de possíveis recursos e/ou serviços solicitados. Mas, se você ainda não fez isso, não se preocupe, o NAID está à sua disposição durante todo o curso.

Atenção: ainda que você não precise de recursos específicos, é importante fazer seu cadastro junto ao NAID para que possamos acompanhá-la/o durante o curso.

 Alguns conceitos 📝

Deficiência

De acordo com a Lei 13.146/2015, considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.

Transtorno do Espectro Autista

A Lei nº 12.764/2012 define o Transtorno do Espectro Autista (TEA) como uma deficiência persistente e clinicamente significativa da comunicação e da interação sociais, manifestada por deficiência marcada de comunicação verbal e não verbal usada para interação social; ausência de reciprocidade social e falência em desenvolver e manter relações apropriadas ao seu nível de desenvolvimento ou, ainda, padrões restritivos e repetitivos de comportamentos, interesses e atividades, manifestados por comportamentos motores ou verbais estereotipados ou por comportamentos sensoriais incomuns; excessiva aderência a rotinas e padrões de comportamento ritualizados; interesses restritos e fixos.

Altas habilidades/superdotação

Segundo a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, estudantes com altas habilidades/superdotação demonstram potencial elevado em qualquer uma das seguintes áreas, isoladas ou combinadas: intelectual, acadêmica, liderança, psicomotricidade e artes, além de apresentar grande criatividade, envolvimento na aprendizagem e realização de tarefas em áreas de seu interesse.

Transtornos Funcionais Específicos

Transtorno funcional específico é um termo abrangente que comporta diferentes condições neurológicas que interferem no processo de aprendizagem. De acordo com a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva, dentre os distúrbios mais comuns estão: dislexia, disortografia, disgrafia, discalculia, transtorno de atenção e/ou hiperatividade, entre outros.

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content